Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Arte’ Category

David Gómez mora em Barcelona, é fotógrafo, ilustrador, foi convidado para criar as estampas da coleção de Manuel Bolaño, e atualmente cuida dos anúncios impressos da marca American Apparel.

Gómez usa sua inspiração e criatividade para transformar tudo em cores, formas geométricas e variedade.

Read Full Post »

Ele é  francês, radicado em Israel, e resolveu interpretar o Kama Sutra de forma bem minimalista e super atual. Julien Roux utilizou hidrocor e poucas linhas para a sua série Eroticly Correct. Erotismo em versão safe for work.

Read Full Post »

A britânica Charlotte Mann é conhecida por suas detalhadas obras de arte em tamanho real. Suas instalações decoram os ambientes e dão vida a paredes brancas que mudam completamente de personalidade após suas intervencões.

Numa instalação personalizada, a artista leva ainda em consideração as dimensões dos espectadores e do ambiente, para que as perspectivas fiquem ainda mais perfeitas.

A gente só ficou se perguntando: onde serão guardados os objetos de quem mora nesse apartamento?

 

Read Full Post »

Michael Taylor: fotógrafo irlandês que explora luz e sombra através de telas, digamos…inusitadas. Mulheres se tornam obras de arte e suporte para diversas projeções iluminadas. Taylor acredita que a luz é capaz de construir tudo, nós concordamos, nesse caso ela formou fotografias incríveis.

Read Full Post »

Deborah Colker é uma de nossas maiores representantes na dança. Depois de levar insetos gigantes e a infinita fauna e flora brasileira para o Cirque du Soleil com o espetáculo Ovo, Deborah volta aos palcos do Teatro João Caetano para temporada popular. Tatyana estréia no próximo dia 16 e os ingressos já estão à venda.

Inspirada em ”Evguêni Oniéguin”, do russo Alexandr Púchkin, publicado em capítulos entre 1823 e 1830, é a primeira vez que a coreógrafa conta uma história com começo, meio e fim. Estamos ansiosas para ver de perto o resultado.

Read Full Post »

Sua biografia é minimalista: Langdon Graves – uma menina de Virginia que mora no Brooklin. E assim como sua biografia, as ilustrações de Langdon não necessitam de muita informação, se comunicam bem com pouco.

São desenhos delicados, com recursos gráficos modernos, dando às personagens essa mistura de texturas que é sua assinatura. Formada na Parsons (NYC), ela já esteve em dezenas de exposições pelo mundo, e agora dá o ar de sua graça no nosso blog.

Read Full Post »

Utilizando aquarela, cores vivas e traços delicados, a francesa Lorene Abfayer mistura pássaros e formas humanas em sua exposição Birds don’t cry.

Se você estiver em Paris até o dia 20 de março, pode conferir ao vivo a exposição da Galerie Rue de Beauce, mas é preciso marcar hora através do email ruedebeauce@gmail.com.

Para que cada personagem tenha sua identidade, a artista desenha 3 originais até que o desenho fale por si mesmo, e assim seus desenhos tomam vida. A gente promete que não vai usar a expressão “deu asas à imaginação”. Mas dá vontade.

 

Read Full Post »

Menina do rio

Cheias de cores, textura e movimento, as fotos do americano Neil Craver são um resumo de sua história. Nascido na Carolina do Norte, Neil começou a pintar quadros e esculpir antes de se apaixonar pela fotografia.

Sua série “Underwater Nude Rock Quarry Series” traz mulheres sob a àgua de um rio cheio de cores e elementos que deixam as imagens ainda mais lúdicas e vibrantes. A gente adorou.

Read Full Post »

Mulheres na mira

Uma exposição (podemos chamar de surrealista?) na galeria Frosch & Portmann no Brooklin reuniu trabalhos de Eva Lake que ilustravam um tema único: Mulheres na mira. As colagens, feitas com celebridades, ou pedaços delas sempre na presença de um alvo, são intrigantes (algumas vezes desconfortáveis).

O trabalho de Eva, apesar de sua técnica simples, tem um resultado gráfico inusitado, e é por ele que a artista recebeu prêmios da Oregon Arts Commission e da The Ford Family Foundation.

Read Full Post »

Paris antes e depois

Eugene Atget fotografou Paris de 1888 até o ano de sua morte, 1927. Em 1997, mais ou menos 100 anos depois, o fotógrafo Christopher Rauschenberg encontrou suas fotos e resolveu rodar pela cidade da luz numa espécie de expedição arqueológica de imagens e lugares retratados por Atget.

O resultado foi uma comparação entre as diferentes épocas e estilos de vida da mesma cidade, que pode ter mudado, mas nunca vai perder seu charme.

Read Full Post »

René Gruau (1909 – 2004) era ilustrador e com seus traços foi responsável por uma enorme mudança na forma de representar a moda. Suas ilustrações para revistas como Marie Claire e L’Officiel viraram peças em exposição no Louvre. Embora seu nome artístico soe francês, Renato Zavagli Ricciardelli nasceu na itália e mudou de país e de nome após a separação dos pais.

Suas imagens começaram a ser publicadas quando ainda era adolescente, aos 14 anos. Com 18, já aparecia em revistas e campanhas publicitárias internacionais. Seu sucesso se deu pela facilidade e originalidade em retratar o galmour da alta costura.

Em 1948, Gruau se mudou para os EUA para trabalhar com edições da Vogue e Harper’s Bazaar. Atualmente sua obra está espalhada pelo museu em sua homenagem de sua cidade natal, diversas coleções de moda pelo mundo, no Louvre ou em livros coletânea de seu trabalho nas melhores livrarias do mundo.

Read Full Post »

Christian Tagliavini é suíço-italiano, mas mais suiço que italiano, pois foi lá que passou a maior parte de sua vida. Fotógrafo de arte, foi finalista recentemente do Hasselblad Masters 2012, um dos mais importantes prêmios de fotografia.

Além da fotografia, Tagliavini é apaixonado por moda e trabalhos manuais, e foi por isso que decidiu criar a série Dame di Cartone, aonde suas personagens são vestidas com papelão. Alguns efeitos foram necessários para as cinturas muito menores do que a realidade. Mas a gente entende, licença poética.

Read Full Post »

A artista americana Laura Ann Jacobs (não confundir com a editora da Vanity Fair), resolveu protestar de maneira inusitada contra a indústra da beleza e o padrão estético feminino: criou uma coleção de sutiãs com temas náuticos, todos muito suntuosos, para enaltecer o poder do peito.

Beirando o pastelão, as obras criam imediatamente um paradoxo entre o sexy e o bizarro, mas de toda forma são esculturas intrigantes e sem dúvida femininas. A verve feminina pode estar também no fundo do mar. Será?

 

Read Full Post »

Gavin Worth nasceu no Zimbabwe, cresceu em Las Cruces no México e atualmente mora em São Francisco, Estados Unidos. Para um artista com trajetória tão inusitada, é de se esperar que sua superfície de apoio seja igualmente inesperada. E é justamente utilizando incomuns aros de arame que Gavin esculpe as mais diversas formas, com traços delicados e linhas retorcidas.

Read Full Post »

Com o fim do ano se aproximando, o clima de retrospectiva paira no ar. E fugindo da modinha da melhor trilha sonora do ano, o site Street Art Utopia fez um apanhado com o melhor da arte de rua em 2011. Fotos inspiradoras para começar o ano com o pé direito:

Read Full Post »

O fotógrafo londrino Mark Mawson resolveu registrar o momento em que tintas fluorescentes se misturam ao se enocntrar embaixo d’água. O resultado é lúdico, mas cheio de cores e formas intensas. Lindo o ensaio que se chama Aqueous Fluoreau.

Read Full Post »

A americana Colette Colascione tem um perfil tímido na internet. Pouco se sabe da sua vida pessoal, e apenas algumas informações sobre exposições individuais e coletivas nos são dadas em seu site. O que não nos permite ter dúvida é seu talento, por isso vamos deixar que suas pinturas (a óleo) falem mais sobre essa artista.

Read Full Post »

A ilustradora inglesa radicada em LA Cate Parr traduz personalidades femininas com a delicadeza da aquarela. Diz a artista, que sua inspiração vem de música, fotografia, teatro, dança e cinema italiano e francês (a gente super aprova). Atualmente focada em moda, ela já estampou diversas revistas e campanhas publicitárias com suas pinceladas.

Read Full Post »

Nosso fotógrafo

Estamos preparando um novo look book pra você, e enquanto ele não vem, a gente te conta um pouquinho do fotógrafo responsável por ele, o querido Tomás Rangel. Experiente em retratar personagens, músicos, moda, gastronomia, ele vai destacar as melhor característica do nosso produto, a verve feminina. E você não perde por esperar nossa nova coleção, com novos modelos e estampas em clics mais do que especiais.

Vem ver mais do trabalho do Tomás:

 

Read Full Post »

Light Painting é o nome que se dá à técnica de desenhar com um ponto de luz num lugar escuro enquanto uma câmera fotografa (bem lentamente) a imagem. O artista Brian Hart levou suas imagens muito a sério, e desenvolveu uma série de fotos super elaboradas, com resultado incrível. Dá vontade de fazer a nossa!

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: